SP - São Paulo
[x] Você está vendo animais de SP - São Paulo, clique para alterar a cidade.

Encontre um Animal

 
 
 
 
 
*Nome do animal, da ONG ou digite "Vários".
Receba nossos comunicados:
 
Seu-email:

Noticia

Cinto de Segurança para Cachorro
08/04/2017

Cinto de Segurança para Cachorro

Você vive passeando de carro com o seu cachorro? E se passeia, o seu cachorro fica solto dentro do veículo, e ainda enfia a cara pra fora da janela?

Cuidado! Você está colocando a vida do seu bichinho em perigo e pode até levar uma multa, sabia? Aprenda aqui sobre a utilização do cinto de segurança para cachorro para evitar se encrencar com a lei e deixar o seu cão em segurança.

Quando se trata de passeio de carro, o quesito segurança é indispensável. Se o motorista e os passageiros usam o cinto de segurança, se crianças pequenas usam cadeirinhas próprias, por que seria diferente com os animais?

Cachorros também precisam estar protegidos contra possíveis acidentes. Nunca se sabe quando pode ocorrer um.

E, pensando nisso, já existe no mercado várias marcas de cinto de segurança especialmente desenvolvidas para cães. Basta ficar de olho com as avaliações dos usuários e nos testes realizados com cada uma delas para que se possa comprar o melhor produto.

Cinto de segurança para cachorro

Riscos

Pesquisa realizada pela Associação Automobilística Americana (AAA) e pela empresa especializada em produtos de segurança para cães Kurgo, aponta que a distração mais comum que os cachorros causam dentro de um carro, é fazer com que os seus donos tirem as mãos do volante para fazer carinho neles.

52% dos entrevistados confirmaram que desviaram a atenção da estrada para acariciar ou cuidar do seu cachorro e 19% disseram já terem tirada as mãos do volante para impedir o cão subir no banco da frente.

Veja o que fala o especialista em segurança viária Alessandro Rúbio, sobre o que pode acontecer com um corpo durante um acidente de carro, ao programa  Fantástico da Rede Globo: “A 50 km/h, numa colisão, essa desaceleração desse impacto é por volta de 25 vezes a gravidade, ou seja, um cachorro que pesa 10 kg, se projetado para frente, ele vai pesar 250 kg”.

Deu pra assustar, né? Qualquer freada brusca já pode machucar seriamente um animal que esteja solto dentro de um automóvel.

Sabendo desses dados então, não deixe o seu pet sem o cinto! Existe uma diversidade imensa de produtos no mercado, de tamanhos e ajuste variáveis, os quais podem ser comprados de acordo com o tamanho do seu cão.

Tipos de cinto de segurança para cachorro e Cuidados

Você pode adquirir o equipamento completo, ou seja, cinto mais peitoral, que pode ser engatado no local do cinto de segurança do automóvel.

cinto de segurança para cães

Ou então apenas o cinto, que pode ser preso em qualquer guia ou peitoral e engatado no local do cinto de segurança do carro. O equipamento permite que o animal possa ficar em pé, mas sem a possibilidade de escapar.

Porém, é sempre bom lembrar de ver as medidas desses equipamentos, se eles se ajustam bem ao corpo do animal e se não há possibilidade deste se soltar ou se enrolar com o cinto. Se você quiser proteger ainda mais o seu bicho de estimação, mantenha-o numa caixa para transporte de animais ou em uma cadeira apropriada, juntamente com o cinto de segurança.

atenção: Nunca prenda o cinto na coleira de pescoço do animal pois pode estrangular o animal no caso de movimentos bruscos. Siga as instruções de uso do fabricante. Geralmente o cinto deve ser preso em coleiras do tipo peitoral. Também tenha bastante cuidado com a marca escolhida. Testes recentes nos EUA reprovaram 25 de 29 marcas testadas.

Além da utilização do cinto, é bom também tomar alguns cuidados importantes. Mantenha o seu cão no banco de passageiro traseiro, pois, vale ressaltar, um animal bem ao lado do motorista, pode causar muitas distrações a este.

E deixe as janelas do carro abertas apenas o suficiente para que o seu cão não fique sufocado.

Deixá-lo com a cabeça para fora da janela é perigoso, porque outros veículos, principalmente motos, podem esbarrar nele e causar danos graves. E, já pensou se ele resolver pular da janela? Seria um grande problema.

Em hipótese alguma deixe o seu animal na área externa do automóvel ou no seu colo, se for você quem está dirigindo.

Legislação

E o que a legislação diz sobre tudo isso?

A legislação atual (dezembro de 2016) não especifica como o animal deve ser transportado e não obriga que se prenda-o com o cinto de segurança, embora seja altamente recomendável o uso deste item, ainda mais depois de todas as informações postas aqui. Veja o que contém os seguintes artigos do Código de Trânsito Brasileiro:

  • Art. 235. Conduzir pessoas, animais ou carga nas partes externas do veículo, salvo nos casos devidamente autorizados: Infração – grave; Penalidade – multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira.
  • Art. 252. Dirigir o veículo: II – transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas; V – com apenas uma das mãos, exceto quando deva fazer sinais regulamentares de braço, mudar a marcha do veículo, ou acionar equipamentos e acessórios do veículo. Infração – média; Penalidade – multa de R$ 130,16 e quatro pontos.

As multas e os pontos tirados da carteira do motorista também não são muito convidativas, não é mesmo? Para se ter uma ideia, no Paraná, nos primeiros quatro meses de 2016, foram 228 multas por este motivo.

Então, se o seu cão ainda não anda com o cinto de segurança no carro, trate de providenciar um logo.

Pode ser que no começo ele não goste muito de estar preso, mas, lembre-se que o uso do cinto de segurança para cachorro é para o próprio bem do animal e do dono também. Afinal, pra muita gente, um cachorro é o mesmo que um membro da família.

Proteja o seu cão e a si mesmo. Ande sempre com segurança.


 
Fonte: http://www.adorocaes.com.br/cinto-de-seguranca-para-cachorro


  
Cancelar [x]
 
Cadastro
Já é usuário?

Clique para entrar
Esqueceu seu login/senha? Clique aqui.
 


Novo usuário

Clique para se Cadastrar 
 


Quer AJUDA? Clique Aqui.
   
  
Fechar [x]
 
Indique a um amigo
Seu nome:
Seu e-mail:
Seu amigo:
E-mail*:
Comentários:
   

   
SISTEMA DE INDICAÇÃO INDISPONÍVEL.