SP - São Paulo
[x] Você está vendo animais de SP - São Paulo, clique para alterar a cidade.

Encontre um Animal

 
 
 
 
 
*Nome do animal, da ONG ou digite "Vários".
Receba nossos comunicados:
 
Seu-email:

Noticia

« voltar para o blog
 
Projeto ensina crianças a lidar com sentimentos dos animais.
20/12/2018 - 16:09h

O projeto é direcionado a crianças de cinco a oito anos da rede pública de ensino.

Crianças de cinco a oito anos da rede pública de ensino estão aprendendo a perceber, interpretar e respeitar as sensações físicas – fome, frio e sede – e os sentimentos – como saudade, amor e sofrimento – dos animais em um projeto desenvolvido pela Associação Lafaietense de Proteção Animal (ALPA).

“Este projeto foi realizado em novembro com cerca de 500 crianças. Procuramos mostrar que, assim como elas, o animal também é detentor de sentimentos e sensações. Exibimos o videoclipp da música “Animal Sente” e todos os meninos e meninas aprenderam rapidinho a cantá-la e entender a mensagem que ela transmite. As informações são do portal Fato Real.

Mostramos também a animação “Fulaninho, o Cão que Ninguém Queria”, que narra a realidade de um animal abandonado”, explicou a veterinária Carla Sássi.

As crianças que participam do projeto tiveram que produzir desenhos, frases e comentários relacionados ao que elas aprenderam sobre os sentimentos dos animais. Dez desenhos, dez frases e dez comentários foram selecionados pela ONG e publicados na página da entidade no Facebook. Os trabalhos compõe um concurso que irá escolher, através de votação pela internet, o melhor desenho, a melhor frase e o melhor comentário.

Os vencedores – ou seja, aqueles que tiverem mais curtidas – vão receber um presente especial que será entregue na casa da criança pelo Papai Noel. “Desta forma, a Alpa espera conscientizar as crianças sobre o relacionamento entre homens e animais. Assim elas começarão a ver os animais com outros olhos. Que elas entendam, principalmente, que os animais têm suas necessidades, sentimentos e sensações que precisam ser considerados. Gostaríamos de agradecer pelo apoio recebido da Secretaria Municipal de Educação e dos diretores das escolas, que abriram as portas para o nosso projeto com todo carinho”, disse a veterinária.

 


 
Fonte: www.anda.jor.br



  
Cancelar [x]
 
Cadastro
Já é usuário?

Clique para entrar
Esqueceu seu login/senha? Clique aqui.
 


Novo usuário

Clique para se Cadastrar 
 


Quer AJUDA? Clique Aqui.