SP - São Paulo
[x] Você está vendo animais de SP - São Paulo, clique para alterar a cidade.

Encontre um Animal

 
 
 
 
 
*Nome do animal, da ONG ou digite "Vários".
Receba nossos comunicados:
 
Seu-email:

Noticia

« voltar para o blog
 
Bombeiros resgatam cachorro preso em telhado com técnicas de rapel.
04/04/2019 - 17:10h

Funcionários de uma empresa ouviram barulho em cima do telhado e pensaram que era um assaltante. Animal foi retirado sem ferimentos e devolvido ao dono.

Um cachorro preso no telhado de uma empresa foi resgatado pelos bombeiros com técnicas de rapel, no bairo Jardim Ferreira Dias, em Jaú (SP).

Um vídeo enviado ao G1 e que circula nas redes sociais mostra o momento da retirada do animal, que foi registrada na sexta-feira (29).

Nas imagens é possível ver o cachorro em cima do telhado e os bombeiros no local, que precisaram fazer uma cadeirinha. 

 

Um dos bombeiros amarra uma corda no corpo do animal. Depois de preso, o bombeiro joga a corda como se fosse um rapel, para que o cachorro desça aos poucos. Enquanto isso, outro bombeiro fica embaixo supervisionando a descida.

De acordo com o dono da marcenaria, Marcos Flores Santana, ele e os funcionários estavam trabalhando no barracão quando ouviram um barulho em cima do telhado.

“Assustei. Na hora imaginei que pudesse ser algum assaltante, algo assim. Quando saímos para ver, nos deparamos com o cachorro preso lá em cima. Não dá para imaginar como ele conseguiu subir lá, porque é bem alto”, conta.

Ainda de acordo com o dono, antes de acionar o Corpo de Bombeiros, um dos funcionários da empresa tentou subir para fazer o resgate, mas ficou com medo do animal se assustar e pular lá de cima.

Após o resgate, o comerciante conseguiu descobrir quem era o dono do animal, que contou que estava trabalhando e não sabia que o animal havia escapado de casa.


 
Fonte: g1.globo.com



  
Cancelar [x]
 
Cadastro
Já é usuário?

Clique para entrar
Esqueceu seu login/senha? Clique aqui.
 


Novo usuário

Clique para se Cadastrar 
 


Quer AJUDA? Clique Aqui.